Como narrar cenas de combate em seu RPG de mesa.



Narrando Cenas de Combate

ou Algumas dicas para seus jogos de RPG de Mesa


Nesse vídeo deixo algumas dicas para você deixar suas cenas de combates em jogos de RPG de Mesa mais empolgantes e menos matemáticos.

Comentem sobre o que acharam, o que deveria ter falado mais, outros assuntos que gostariam de ouvir ou que eu postasse.





Um abraço e muito XP a todos!



[Esse comentário rendeu até um update no post]


Adorei as dicas! Eu encontro mais dificuldade em narrar o combate quando existem muitos personagens contra um único monstro, principalmente quando o monstro é grande. Na mesa que estou narrando atualmente, os jogadores estão lutando contra um dragão muito grande, estilo Smaug, e tem alguns soldados NPCs auxiliando eles. E eu acho meio complicado narrar e posicionar tantas criaturas contra um único monstro.


Ai entra um exercício de memorização mesmo treino. Pegue filmes e jogos aonde rola cinemáticas interessantes contra criaturas gigantes e comece a narrar a cena em voz alta, vc vai perceber que existem técnicas. Uma coisa que faço é o que chamo de dar sequencia:


O Guerreiro Ataca e Acerta:

“O Dragão Ruge e com suas garras avança para o grupo, rapidamente o guerreiro rola enquanto deixa sua lamina cortar o antebraço da criatura que urra de dor”

O Ladino aproveita para dar um ataque furtivo e acerta: “O urro do Dragão faz a caverna tremer e ele foca o olhar de raiva no guerreiro que o feriu, sem notar o pequeno elfo saltar das sombras com suas das laminas acertando bem entre duas escamas entre suas asas, perfurando a carne e atingindo o osso, o dragão se levanta de dor enquanto o elfo se segura nas adagas que ainda mordem a carne draconiana.”

O Mago solta um raio congelante

“Enquanto o guerreiro desvia das garras incertas do dragão em dor e o elfo se segura bravamente com suas laminas prezas, gele começa a se formar na anã que com movimentos rígidos começa a entoar palavras arcanas de poder que fazem um raio congelante saltar de seus dedos até o peito a mostra da criatura que arregala os olhos de dor e fica de quatro novamente, nitidamente ofegante…ou pior, puxando ar para uma baforada!”


A ideia aqui é manter o ritmo da cena, começando pelo final da última.


Lembrando, isso não é uma pericia necessária, mas é algo q eu percebi que consegui ir melhorando com o tempo e acredito que essas dicas podem ser úteis.

Receba nossas atualizações

  • Facebook | RPGNoticias
  • YouTube | RPGNoticias
  • Instagram | RPGNoticias
  • Twitter | RPGNoticias
  • Pinterest | RPGNoticias

© 2023 por AsHoras. Orgulhosamente criado com Wix.com