Morre Douglas Quinta Reis, editor da Devir

Morre Douglas Quinta Reis, editor da Devir

Faleceu na madrugada de hoje, aos 63 anos, Douglas Quinta Reis, o “D1”, editor e sócio da Devir.

Envolvido no universo geek desde 1987, Douglas Quinta Reis foi co-fundador da Devir Brasil, livraria e editora. Ele capitaneou a empreitada da Devir de trazer o RPG para o Brasil. Começando importando livros, eles passaram a publicá-los em português e investiram inclusive em material autoral, resultando no Mini GURPS e no vindouro Bandeira do Elefante e da Arara. Foi ainda um dos fundadores da LUDUS CULTURALIS e um dos idealizadores do Simpósios RPG e Educação.

Os jogos lançados sob sua direção incluem Dungeons & Dragons (AD&D, 3.0, 3.5 e 4e), Shadowrun, GURPS, Vampiro: a Máscara, Lobisomem: o Apocalipse, Mago: a Ascensão, Changeling: o Sonhar, O Um Anel, Demônio: a Queda, Múmia: a Ressurreição, Paranoia, Lobisomem: os Destituídos, Changeling: os Perdidos, Vampiro: o Réquiem, BESM d20, Mulheres Machonas Armadas Até os Dentes, Warcraft Roleplaying Game, Toon e Faroeste Arcano, entre outros.

Grande entusiasta dos quadrinhos, também contribuiu para a bem-sucedida linha de comics da Devir. Nela estão inclusos títulos como Saga, The Boys, Lumberjanes e A Liga Extraordinária. Além disso, publicou livros de autores nacionais como  Laerte, Angeli, Adão Iturrusgarai e Lourenço Mutarelli. Laerte se pronunciou publicamente sobre o falecimento: “Soube agora da morte do Douglas Quintas Reis, que fundou a Devir, junto com o Mauro. Boa parte da minha história foi alinhavada ali, com o carinho dos dois. Beijo, Douglas!”

O luto por seu falecimento foi expresso por outros editores de RPG em suas redes sociais.

Perda irreparável para os quadrinhos e o RPG nacionais.

– Anesio Vargas, editor da New Order

É o fim de uma era. Dia de luto pro RPG brasileiro.

– Eva Andrade, editora da Aster

Se não fosse por ele, lá pelos idos dos anos 80/90, não sei em que ponto estaríamos com o RPG aqui.

– Filipe Cunha, editor da Pensamento Coletivo

Recentemente, Douglas Quinta Reis liderou a retomada da linha de RPG da Devir. Presente no World RPG Fest 2017, ele anunciou no painel das editoras vários lançamentos para 2018.

Foi sugerido por Jaime Cancela que o dia 24/02, aniversário de Douglas, passasse a ser considerado Dia do RPG Nacional em honra à sua memória. A proposta foi extremamente bem recebida pela comunidade.

De nossa parte, fica o agradecimento ao pai do RPG no Brasil. Muito obrigado por tudo, D1.

Previous Sombra da Tormenta | Adaptação de Tormenta para SoTDL
Next RPG em Financiamento Coletivo - Sombras Urbanas, Shadowrun Late Pledge, Desmortos e mais

About author

Shinken
Shinken 294 posts

Thiago Rosa Shinken é escritor e tradutor freelancer de RPG, já tendo trabalhado várias editoras no Brasil e nos EUA. Ele joga RPG desde os 9 anos, é fã de punk rock, nunca dispensa uma cerveja de trigo e torce pelo Fluminense.

Você pode gostar também de

RPG Notícias 8 Comments

Apesar da crise, Pathfinder vende feito água

Como vocês provavelmente já sabem, a Devir lançou Pathfinder no EIRPG, finalmente trazendo o primeiro RPG a derrotar D&D na lista da ICv2 de jogos mais vendidos. O sucesso estrondoso de

RPG Notícias 6 Comments

Qual é o melhor sistema de RPG?

Querem a resposta curta? Depende do que você quer jogar, narrar, mestrar ou seja lá o termo que você prefira. Antes de aprofundar quero deixar uma coisa bem clara. Tudo

RPG Notícias 0 Comments

Review: In the Hall of Statues – Battlemap

Realente existe muitos produtos de RPG mais uteis do que apenas os livros de regras e os módulos de cenário. Certamente os livros de regra e cenários representam o produto

0 Comments

Sem comentários ainda!

Você pode ser o primeiro a comente nesse post!

Deixe um recado